A natureza de uma biblioteca universitária é a diversidade de saberes, que proporciona um ambiente de diálogo, articulando usuários (as), o saber e o fazer, que possibilitam a convivência entre a força das práticas tradicionais e o desafio das inovações contemporâneas. A biblioteca universitária deve acompanhar atentamente as transformações políticas, sociais e tecnológicas para que oriente seu fazer às transformações constantes do contexto acadêmico, buscando inovar suas práticas, seus saberes e seu fazer sem perder sua essência e sua identidade.

Desta forma, a estrutura do tema proposto contempla três eixos temáticos, que agrupam várias áreas específicas.

Eixo 1- Tradição – corresponde ao papel social da biblioteca universitária e procura identificar os desafios dos/as bibliotecários/as no contexto atual enfrentado pelas universidades. Neste eixo estes são alguns dos assuntos que podem ser abordados: BU e seu papel no contexto atual; papel da BU na disseminação da produção científica; desenvolvimento de acervo em conformidade com os instrumentos avaliativos do MEC; tecnologia e o papel do bibliotecário/a; papel da BU na disseminação da produção científica; advocacy; BU e o sucateamento do ensino superior; busca, acesso, uso e disseminação de informações relacionadas a raça, gênero e sexualidade pelas BUs; desafios para o/a bibliotecário/a x competências dos usuários de BUs no século 21.

Eixo 2- Práticas – propõe-se a discutir a atuação da biblioteca universitária, em relação aos documentos, serviços e produtos, que dialoguem com as necessidades informacionais dos/as usuários/as. Além disso, contempla os processos de gestão e enfoques administrativos que circundam as bibliotecas universitárias. Neste eixo, estes são alguns dos assuntos que podem ser abordados: gestão de BUs; sustentabilidade em BUs; centros de aprendizagem e makerspace; acessibilidade em BUs; novas perspectivas de serviços e produtos em BUs; métricas científicas em BUs; organização e tratamento da informação; indexação – processo e solicitação para visibilidade científica em BUs; preservação física e digital; design thinking e outros assuntos derivados do marketing em BUs.

Eixo 3- Inovações – está relacionado aos aspectos que envolvem as tecnologias de informação e comunicação no contexto da biblioteca universitária. Neste eixo estes são alguns dos assuntos que podem ser abordados: o papel da BU na ciência aberta; acervos digitais; inovação em bibliotecas; marketing digital para BUs; curadoria digital e repositórios digitais no contexto acadêmico-científico, identificadores digitais para a comunicação científica (tais como ORCID, DOI e afins); portal de periódicos; confiabilidade informacional na internet; desafios para o/a bibliotecário/a x inteligência artificial; novos desenhos de acervos digitais; o papel das BUs diante da manipulação de mídias e desinformação; BUs e os novos processos de comunicação científica.